sábado, 18 de fevereiro de 2012

Cuidados com os cães no carnaval

Carnaval é uma ótima época do ano: festas, diversão, música, viagens. Mas devemos tomar certos cuidados com os nossos fofinhos. A seguir você encontrará dicas caso for viajar, e caso fique na folia:


Vou viajar...
Independentemente do destino, vale a pena ficar atento a alguns cuidados, se a família levar os animais de estimação.
O dono deve refletir sobre o transporte e acomodação dos cães antes da viagem, e caso não haja a possibilidade de levá-lo, é preferível então deixá-lo em um hotel canino. Isso porque dependendo do transporte os cães, sofrem de enjoos e mal estar. Sem contar nos riscos de inflamação no ouvido causado pelos ventos intensos, ou até mesmo quedas pela janela aberta. Para amenizar os problemas,é preferível que o cãozinho seja acostumado com antecedência a andar de carro, sendo carregado em pequenos percursos, sempre dentro da caixa de transporte ou usando cinto canino.
Já em viagens de avião é preciso ficar atento quanto às exigências das companhias aéreas, que geralmente solicitam reserva antecipada, atestado de saúde, vacinação em dia e caixa de transporte. E é sempre bom lembrar que, se as viagens muito longas já são exaustivas para nós humanos, o que dirá para os cães.
Depois de analisar os prós e contras, se o dono decidir levar seu animal para viajar no feriado, damos dicas sobre o que deve ir na bagagem do pet: de preferência, leve a caminha ou manta de dormir do seu cão, além de alguns brinquedos preferidos dele. A ração também deve ser mantida e nenhum outro tipo de alimento deve ser dado. Isso ajudará a ambientá-lo mais rapidamente ao local.
E falando em adaptação, vale lembrar que é totalmente desaconselhável levar animais idosos ou com a saúde debilitada, por motivos óbvios. Nessas situações, caso haja alguma emergência, nem sempre será possível encontrar um veterinário de confiança para tratá-lo.
O mesmo vale para filhotes. Recomenda-se que os animais com menos de 4 meses que ainda não completaram a vacinação só viajem em caso de necessidade.
Outro ponto são os cuidados na hora das caminhadas com os cães, porque com as altas temperaturas e o sol quente, os animais podem sofrer de insolação e até mesmo câncer de pele. Por isso, todos os cães devem usar filtro solar fator 30 a 50 nas regiões com poucos pelos como ponta de orelhas e focinho, mas os de pelo branco precisam de cuidados redobrados.


Vou ficar para a festa...
O Carnaval é um dos feriados mais aguardados, e se você e seu cachorro não querem ficar de fora da folia, melhor tomar alguns cuidados com a segurança do bichinho. E, lembre-se, antes de fantasiá-lo, certifique-se que ele esteja à vontade com a roupinha.
Fantasia: Ao comprar uma roupinha, certifique-se que seu tecido não é inflamável e que seja à prova de fogo. Outro ponto importante é ter cuidado com peças que se soltam com facilidade, como botões e laços. Eles podem ser engolidos pelos pets. Tenha certeza que a fantasia não está muito apertada no animal. O dono deve conseguir colocar três dedos entre a roupinha e o corpo do pet, especialmente no pescoço, para garantir seu conforto. Durante o passeio é bom certificar-se com frequência se o cachorro não está com calor ou incomodado. Preste atenção também no seu tecido, que não deve ser grosso. Como os cães não suam como os humanos, uma roupa muito pesada dificultará ainda mais sua transpiração. E não deixe para estrear a fantasia do pet no Carnaval. Procure vestir o animal com a roupinha outras vezes para que ele se acostume. Lembrando que caso ele não goste, é preciso respeitá-lo e não insistir.
Transporte: Sair com o pet em um local repleto de pessoas estranhas e outros animais pode ser uma experiência excitante ou mesmo amedrontadora para o seu bichinho. Sendo assim é importante o uso de guia e coleira para evitar que os cachorros se estranhem ou briguem. A guia e coleira também evitam que os cães se percam do dono.
Hidratação: Evite sair com os animais entre às 10h e às 16h, período em que o sol está mais quente. Não esqueça de passar protetor solar na ponta das orelhas, focinho e barriga do pet, principalmente os de pelagem branca. Levar também uma garrafinha de água e um recipiente para oferecer com frequência o líquido ao animal.

Um comentário:

  1. cuidados essenciais mesmo....bom carnal!!lambjs e miaus das amiguinhas

    ResponderExcluir